“Não sou nenhum babaca para defender as causas de Petrolina custeando do meu bolso”, dispara vereador José Batista Gama

por wesley publicado 04/02/2016 15h28, última modificação 20/09/2016 11h16
Ao comentar o projeto que elevou o subsídio dos vereadores em Petrolina para R$ 15.027,00 (quinze mil e vinte e sete reais), o vereador José Batista da Gama (PDT) disse não abrir mão do seu salário em hipótese nenhuma.

Ao comentar o projeto que elevou o subsídio dos vereadores em Petrolina para R$ 15.027,00 (quinze mil e vinte e sete reais), o vereador José Batista da Gama (PDT) disse não abrir mão do seu salário em hipótese nenhuma. “Eu não sou nenhum hipócrita para dizer aqui que vou renunciar ao subsídio, não vou mesmo, pode entrar o projeto de lei que entrar eu não voto, eu não sou nenhum babaca para está aqui defendendo as causas de uma cidade tão cheia de problemas como Petrolina custeando do meu bolso, é brincadeira, eu prefiro custear minha família do que custear Petrolina”

Zé Batista revelou ainda que 50% dos vereadores estão nas mãos dos agiotas sem condições sequer de financiar suas campanhas a reeleição. “Eu desafio se daqui desses 19 não tem pelo menos 50% dos vereadores a ver navios, sem dinheiro, sem condições de enfrentar uma nova eleição porque ao londo dos últimos três anos um pede para isso outro para aquilo, pede para remédio, pede para viagem, pede para cesta básica. Eu não queria falar em agiotagem não, mas aqui tem mais de 50% na mão de agiota, é brincadeira um negócio desse? Não é brincadeira mais de 50% na mão de agiota , que dizer é dando dinheiro a família ou dando dinheiro ao povo?”

O vereador disse também que se o valor do subsídio fosse R$ 20 mil/mês votaria a favor pois a população entende que o vereador precisa de dinheiro para custear o mandato.