Câmara presta homenagem a vítimas de Suzano, Valgueiro critica flexibilização das armas

por Natalia publicado 15/03/2019 11h37, última modificação 15/03/2019 11h37

A tragédia de Suzano (SP) repercutiu na Câmara de Vereadores de Petrolina na sessão dessa quinta-feira (14). Os edis fizeram um minuto de silêncio em homenagem aos mortos no ataque provocado por dois homens na Escola Estadual Raul Brasil, na manhã de ontem.

Paulo Valgueiro (MDB) foi além. Para o líder da bancada oposicionista, o ataque de terça-feira reforça a necessidade de ampliar o debate sobre a flexibilização da posse ou do porte de armas. “Essa tragédia, mais uma vez, abre o debate sobre a flexibilização do armamento do dito ‘cidadão de bem’. Vi declarações de que essa tragédia só ocorreu porque não tinha um cidadão armado que a impedisse, mas historicamente, esse tipo de ataque costuma acontecer justamente onde às armas são liberadas”, discursou Valgueiro.

Segundo o vereador, é função do Estado promover a segurança e armar a população não é um caminho. “Garantir a segurança é função do Estado e requer investimento, capacitação e melhoria de condições de trabalho da polícia. A paz que queremos e precisamos deve ser construída por meio da educação, do esporte, da melhor distribuição de emprego e renda, do amor ao próximo, da tolerância, da inclusão social, da Justiça”, finalizou.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.