Com plenário lotado, vereadores prestam homenagem ao bispo de Petrolina/PE com o título de cidadania petrolinense e Medalha Mérito Legislativo Dom Malan

por Waldiney Passos publicado 11/02/2020 22h10, última modificação 12/02/2020 15h28
Dom Francisco Canindé Palhano, natural do RN e que está no comando da diocese petrolinense desde 2018, frisou que agora aumenta ainda mais "o compromisso com nossa terra".

Com o plenário da Câmara de Vereadores lotado, o bispo de Petrolina/PE, Dom Francisco Canindé Palhano, foi homenageado com o título de cidadão petrolinense. O religiosos é natural do Rio Grande do Norte.

Dom Francisco ainda foi condecorado com a Medalha de Honra Mérito Legislativo Dom Malan, principal comenda da Casa Plínio Amorim.

A sessão solene foi realizada nesta terça-feira, 11. A propositura é fruto dos projetos de decretos legislativos de autoria dos vereadores Cícero Freire e Rodrigo Araújo.

Dom Francisco disse em sua fala que a cidadania petrolinense aumenta ainda mais o compromisso e a responsabilidade com Petrolina.

"A partir de hoje, torno ainda mais exigente, o compromisso e a responsabilidade com a nossa terra. Não ser mais um estrangeiro, mas um bispo, um pai, um pastor e um petrolinense", disse o homenageado.

Um dos autores das honrarias destinadas ao chefe maior da igreja católica de Petrolina, o vereador Rodrigo Araujo registrou o bom relacionamento que o poder legislativo sempre teve com os pastores católicos petrolinenses.

"Em 20 de marco de 2018, por meio de ofício de minha autoria e autorizado pela presidência, Dom Francisco veio a esta Casa para mostrar o seu projeto pastoral da Diocese que integra sete municípios. São muitos os méritos. Homem de fé vigorosa, acolheu esse caminho desde os 11 anos de idade. Em Petrolina espero que o senhor seja feliz no seu trabalho e com o apoio de todos que fazem a Diocese de Petrolina", destacou Rodrigo.

Outro autor da homenagem ao bispo Dom Francisco, o vereador Cícero Freire reiterou que as honrarias concedidas ao religioso, são de grande merecimento.

"Na chegada de nosso querido bispo, existia um projeto de tornar o nosso querido Palácio Diocesano, num shopping, uma feira, e ele não aceitou. Ele tem ido até as famílias e tem comandado a nossa igreja como um pai espiritual. Chamei o amigo Rodrigo Araújo para entregar a Dom Francisco a Medalha Dom Malan. Esses foram os motivos e para mim, só por isso, porque tem muitos feitos, já foram suficientes para prestar essa homenagem", assinalou Cícero Freire.

O Padre Francisco Ferreira falou em nome do clero. Lembrou que Petrolina é uma cidade destaque nacional, mas ainda com muitos desafios a serem enfrentados e citou a importância dos valores espirituais, lema de vida do bispo Dom Francisco.

"A Diocese de Petrolina que caminha para o seu centenário, teve na missão de Dom Francisco a organização patrimonial e contábil das paróquias, a recuperação do Palácio Diocesano que já é bem visível como patrimônio histórico de nossa cidade; a construção da Cúria Diocesana ao lado da Rural FM, a promoção do ano vocacional, a preocupação com o clero e com o atendimento nas paróquias, entre outros feitos já citados", pontuou o padre.

O vereador Alvorlande Cruz, reiterou a justa homenagem feita ao bispo petrolinense.

"O senhor hoje é o oitavo bispo de nossa cidade e nos sentimos honrados por estarmos aqui nesse momento. O senhor com a cidadania petrolinense e com essa Medalha Dom Malan, um homem visionário e que admiro muito, continuará nessa grandeza de missão junto ao povo católico de Petrolina", enfatizou Alvorlande.

Outro a usar da fala, foi o vereador Gilmar Santos que parabenizou os autores da homenagem a Dom Francisco. "Eu não tenho dúvida nenhuma que o senhor vem contribuindo nesses meses à frente da nossa Diocese, com o papel da igreja católica em nosso município", comentou.

A vereadora Maria Elena de Alencar também registrou sua homenagem ao bispo petrolinense. "Dom Francisco trouxe inovações visíveis nesses dois anos à frente de nossa Diocese. Essa transformação vem de evidenciando, especialmente na educação, bebendo na história de Dom Malan. O senhor trouxe também uma coisa que salta aos olhos com a inovação, o incentivo, a motivação e hoje temos a escola de seminaristas com 15 novos alunos, feito que estava adormecido em nossa cidade, o mesmo feito que fez nas comunicações e que vem sendo visto nas comunidades", citou a vereador Maria Elena.

A sessão teve ainda o comando musical tendo à frente o Padre Expedito que cantou entre outros clássicos, a Ave Maria Sertaneja, de Luiz Gonzaga.

A solenidade foi presidida pelo vereador Osinaldo Souza, primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara de Petrolina. Outros vereadores se fizeram presentes e alunos do Colégio Dom Bosco, administrado pela Diocese, compareceram na homenagem a Dom Francisco.

O prefeito Miguel Coelho que está em viagem a trabalho em Brasília, foi representado no ato pelo secretário municipal de Governo e Agricultura, Simão Durando Filho.

 

 

 

 

Por Cinara Marques

Fotos: Jean Brito

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.