Emoção, homenagens e reconhecimento marcam a entrega da Medalha Mérito Legislativo Dom Malan ao Padre Givanildo José

por Waldiney Passos publicado 01/10/2019 12h37, última modificação 01/10/2019 12h37
A noite especial contou com participações importantes como dos prefeitos de Ouricuri e de Petrolina; do Padre Expedito conhecido por seu poder vocal que apresentou alguns clássicos da música gospel; e do cantor Elisson Castro que disse ter feito questão de prestar homenagem ao agraciado pela principal comenda da Casa Plínio Amorim.

Casa cheia com amigos, familiares, admiradores, autoridades como os prefeito de Ouricuri Ricardo Ramos e Miguel Coelho, de Petrolina; colegas de Diocese, fiéis católicos que admiram o trabalho do Padre Givanildo José que nesta segunda-feira, 30, foi agraciado com a Medalha Mérito Legislativo Dom Malan.

Uma noite de emoção e muitas homenagens ao Padre que assumiu recentemente a Paróquia do Apóstolo Paulo (Bairro Areia Branca) e é diretor administrativo da Rádio Rural FM. O autor da homenagem foi o vereador Manoel da Acosap que apresentou projeto de decreto legislativo para a concessão da honraria, proposta aprovada por unanimidade na Casa Plínio Amorim.

“Além de evangelizar, o Padre Givanildo acompanha a parte espiritual e psicológica. Também tem um trabalho bonito de atenção aos pacientes do Hospital do Câncer. Seu trabalho foi destaque em nossa Paróquia de Santa Luzia, renovou a igreja, investiu em reformas no meu bairro Cosme e Damião, promoveu uma série de melhorias e atingiu a comunidade de Ponta da Serra com a construção de sua capela”, disse o autor da comenda, o vereador Manoel da Acosap.

O plenário recebeu ainda um grande número de fiéis admiradores do trabalho do Padre, especialmente de sua ex-paróquia, a Santa Luzia do bairro Cohab Massanagno onde dos 13 anos de ordenação, Padre Givanildo trabalhou durante 11 anos. “É uma homenagem dupla, e em tão pouco tempo, Padre Givanildo vem se destacando. Em 2007, chegou à Paróquia Nossa Senhora Rainha do Anjos, em Santa Maria da Boa Vista e chega à Petrolina. Chega à Petrolina em 2008 nomeado pelo bispo Dom Frei Paulo Cardoso para comandar a Paróquia Santa Luzia.

“Acompanho as atividades do Padre que esteve em nossa igreja e vi famílias felizes pelas suas orações; grupos de jovens que o senhor formou, criou o respeito de jovens e crianças. Precisamos de líderes religiosos. Seu trabalho na nossa paróquia foi impecável e deixou saudades. Só temos a agradecer pela sua liderança à frene da comunidade”, acrescentou Manoel da Acosap.

Para o prefeito de Ouricuri, terra natal de Padre Givanildo, a cidade se sente honrada pelo trabalho dedicado e de grande importância para a evangelização feito pelo homenageado.

“Que você seja o espelho nessa vocação e que hoje precisa a sociedade precisa tanto. Trago o abraço de todo o povo de Ouricuri. Nos orgulha muito esse momento e expresso da cidade a grande alegria de participar desse ato. Sei que serão longas as páginas de sucesso por onde o senhor for passar”, relatou o prefeito.

Outro gestor presente, o prefeito de Petrolina/PE, Miguel Coelho, disse que mesmo com a agenda apertada, fez questão de estar presente na sessão solene, pois assim como outros petrolinenses, também é admirador do trabalho evangelizador, atual, feito pelo Padre Givanildo.

“Sei que cheguei um pouco atrasado e não devo demorar muito por conta de outros compromissos da agenda, mas venho lhe trazer meu abraço e frisar que essa é uma homenagem que está à altura do homenageado. Esse plenário está cheio na noite de hoje, de tantos que vieram aqui testemunhar essa homenagem que o senhor recebe”, registrou Miguel Coelho.

 VEREADORES

A vereadora Maria Elena destacou que o Padre Givanildo chega ao bairro Areia Branca que está recebendo em forma de afeto e de consideração a sua chegada. “Eu sempre digo que esse poder legislativo tem homenageado grandes personagens, mas como católica e praticantes que sou, ficO feliz em ver nossos padres homenageados; e Padre Givanildo é uma das grandes lideranças de nossa igreja católica e ainda jovem tem marcado sua histári”, frisou Maria Eleana.

 O primeiro vice-presidente, vereador Ronaldo Souza (Ronaldo Cancão) que presidiu a sessão solene, reiterou estar vivenciado uma noite de grande emoção na homenagem ao Padre Givanildo.

“Quero lhe confessar que hoje foi uma noite muita emocionantes. O menino Givanildo que nasceu na terra de Brígida como se chamava Ouricuri. A sua luta inspira Padre Givanildo. O senhor que já é filho de Petrolina, onde passou nas igrejas de Petrolina, deixou sua marca, de pregar o amor. O senhor tem a vocação pela evangelização”, salientou Ronaldo.

O líder da bancada do governo na Casa, iniciou sua fala, descontraindo o ambiente. “O senhor conseguiu hoje unir a bancada de situação e oposição, todos estão sentados do mesmo lado”, brincou e continuou. “Prestamos essa homenagem ao senhor que é merecida. Padre Givanildo, o tanto de reformas e construções que o senhor já fez, foi muito mais do que muitos prefeitos. O senhor não constrói apenas, mas leva a palavra de Deus”, disse Aero Cruz.

 O vereador Cícero Freire cantou um louvor para marcar a noite especial e foi mais uma  ressaltar a importância do trabalho de liderança e de evangelização do Padre Givanildo. “Esse humildes vereador se sente também contemplado com essa homenagem que o colega vereador Manoel Acosap lhe presta”, frisou o vereador.

No caso do vereador Zenildo do Alto do Cocar, primeiro ele registrou a admiração que sua mãe tem pelo homenageado e que estava presente para agradecer em nome dela todo o trabalho do homenageado nos anos em que esteve na Paróquia Santa Luzia, em todos os bairro da paróquia.

“Parabéns pela iniciativa, minha mãe é fã úmero 1 do senhor, não pode vir, mas mandou um beijo no seu coração; lhe homenageei por duas vezes quando assinei sua certidão de nascimento com o título de cidadão de Petrolina e hoje com essa medalha. Deixo minha satisfação, minha alegria, partilhando esse momento de homenagem”, disse Zenildo.

A vereadora Cristina Costa reiterou o grande trabalho feito pelo Padre Givanildo na paróquia do bairro Cohab Massangano e frisou que a população católica do bairro reconhece essa passagem vitoriosa na missão do pároco em evangelizar com inclusão.

“O padre tem como um dos papeis, servir, uma importância social. Os requisitos podem variar de acordo com as particularidades de cada comunidade. Observei em suas celebrações na Cohab Massangano e o senhor conseguiu unificar aquela comunidade e hoje estão ali, constantemente fortalecendo a fé celestial”, acrescentou Cristina.

Outro que conhece bem o trabalho do Padre Givanildo é o vereador Gilmar Santos que fez questão de prestigiar a entrega da Medalha Dom Malan ao pároco. “Padre Givanildo foi meu colega de pastoral de juventude. A gente aprende a ter compromisso com o mais sofridos e isso sempre fez parte do trabalho dele. Fico feliz porque aqui está a expressão de amor, desse compromisso tão importante”, destacou.

Para o homenageado, a noite foi de muito agradecimento. Seguidor dos ensinamentos do Papa Francisco com várias citações do referencial maior da Igreja Católica, Padre Givanildo frisou que recebe a homenagem, agradece, e segue em sua missão, sem nunca deixar de ser o que sempre foi, baseado nos ensinamento de sua família, seus pais, seu principais guias.

“Hoje recordo feliz o dia da minha ordenação, uma data marcada por grande emoção. Chorei a celebração inteira, de alegria e de gratidão, porque o milagre de Deus estava acontecendo a minha vida. Sou Padre por vocação. Meu agradecimento aos vereadores e em especial ao autor dessa homenagem, o vereador Manoel da Acosap. Me sinto pequeno diante da grandiosidade de Dom Malan para esta terra. Sou tem a agradecer a Petrolina. Obrigado e aqui agradeço a todos por me receber, me acolher como filho, a todas as famílias cristãs”, considerou o Padre Givanildo, saudando aos conterrâneos presentes.

“Me sinto honrado em ser da cidade dos voluntários da pátria e ser um voluntário de Cristo”, discursou o homenageado, aplaudido de pé por todo o plenário. A solenidade termina com música cristã que é parte da trajetória do Padre desde o começo de sua trajetória de evangelizador. Saudou aos seminaristas e abençoou os presentes ao final de sessão.

“Conta comigo Petrolina. Eu estou aqui”.

 

 

 

Por Cinara Marques

Foto: Jean Brito

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.