Gabriel Menezes reclama do excesso de projetos de homenagens em detrimento de matérias que avalia como de maior interesse dos petrolinenses. Bancada governista rebateu o colega da oposição

por Waldiney Passos publicado 11/03/2020 13h50, última modificação 11/03/2020 13h52
Gabriel pontuou que pautas importantes dormem na Casa, enquanto o alto número de projetos de homenagens, são sempre pautados nas sessões. O oposicionista se referiu aos projetos de decretos legislativos votados e aprovados nesta terça, 10, que tinham homenagens a três integrantes do primeiro escalão da gestão municipal, como o do líder do governo, vereador Aero Cruz que concede título de cidadã petrolinense à professora Margareth Zaponi, secretária municipal de Educação.

Na sessão da Câmara Municipal desta terça-feira, 10, entre as pautas aprovadas, destaque para o projeto de decreto legislativo de autoria vereador Aero Cruz, líder do governo na Casa, que concede o título de cidadã petrolinense à secretária de Educação de Petrolina-PE, professora Margareth Zaponi. O PL virou mote de debate entre o vereador Gabriel Menezes, da oposição e integrantes da bancada governista. O oposicionista sugeriu equilíbrio nos projetos de homenagens, já que matérias que ele considera de interesse maior dos petrolinenses, dormem na Casa.

Aero que subiu o tom contra Gabriel, rebateu a avaliação do integrante da oposição.

"Essa é nossa homenagem a pessoas que aqui contribuíram. Fico triste com as crísticas aqui colocadas. São pessoas que querem se projetar a vice-prefeito, acredito, em alguma chapa, porque não querem mais voltar a esta Casa, mas lembre de combinar isso com o povo". disse Aero.

Ainda defenderam as pautas de Aero Cruz, os vereadores Zenildo do Alto do Cocar, Maria Elena, José Batista da Gama, Rodrigo Araújo, Ronaldo Souza e Alvorlande Cruz e demais colegas de bancada. 

As palavras dos vereadores governistas e do autor da homenagem a Margareth Zaponi, bem como da concessão da Medalha Honra Mérito Legislativo Dom Malan para Mara Helena Gomes, ex-secretária de Saúde de Petrolina no governo de Fernando Bezerra Coelho, hoje senador, atingiram em cheio Gabriel Menezes que sustentou sua crítica ao grande número de projetos de homenagens em detrimento dos que dormem, engavetados no legislativo da cidade.

Ele até citou dois de sua autoria que aguarda desde 2017 para entrar na discussão das sessões plenárias da Câmara: um que limita em R$ 100 mil o cachê para pagar grandes atrações do São João de Petrolina; e outro que pede a aquisição do protetor solar para os trabalhadores da fruticultura irrigada que sofrem com alto índice de câncer de pele.

"Eu digo que não podemos transformar a cidadania petrolinense em instrumento de bajulação, enquanto outros projetos importantes estão dormindo, sem que sejam apreciados. Não colocam porque o autor é o vereador Gabriel Menezes? Pois bem, bote na pauta, nem que seja para ser derrotado. Enquanto esses projetos não forem desengavetados, não votaria mais nenhum projeto de homenagem colocados na pauta das sessões", afirmou Gabriel Menezes, vereador que integra a oposição na Câmara de Petrolina.

A reunião foi presidida pelo presidente da Casa Plínio Amorim, vereador Osório Siqueira.

 

 

 

 

Por Cinara Marques

Foto: Jean Brito

grenrency
grenrency disse:
07/06/2020 10h34
Sale Original Propecia [url=https://viacialisns.com/]Cialis[/url] Viagra For Sale In Houston <a href=https://viacialisns.com/#>cialis daily</a> Cialis 20 Farmaco
AHanysydaygon
AHanysydaygon disse:
21/06/2020 03h49
<a href="https://cialisle.com/">cialis online no prescription</a>
AHanysydaygon
AHanysydaygon disse:
25/06/2020 09h18
<a href="https://cialisle.com/">cialis no prescription</a>
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.