Projeto que institui Festival de Musica Geraldo Azevedo entra na pauta da sessão desta quinta-feira, dia 26

por Waldiney Passos publicado 26/09/2019 11h25, última modificação 26/09/2019 11h35
Ainda na reunião, os vereadores da oposição apresentam requerimento para que o prefeito Miguel Coelho apresente esclarecimentos acerca das graves denúncias amplamente divulgadas na mídia nos últimos dias e que envolve o nome da Prefeitura Municipal nas investigações da Operação Lava Jato.

A pauta da sessão da Câmara de Vereadores de Petrolina/PE apresentam a atividades legislativa dos parlamentares, por meio de indicações, para uma serie de pedidos ao prefeito Miguel Coelho e sua equipe, buscando atender demandas da população.

Entre os projetos de lei, o destaque diz respeito à criação através de lei do Festival de Música Geraldo Azevedo, de autoria da vereadora Maria Elena de Alencar. A proposta da vereadora visa instituir de forma oficial o Festival, valorizando e promovendo os artistas locais e regionais.

Conforme o texto, o evento acontecerá anualmente no mês de setembro, na semana em que se comemora a Emancipação Política de Petrolina – 21 de setembro. 

O Festival de Música Geraldo Azevedo foi criado no mês de outubro de 2006, dentro do evento do Festival da Primavera, ainda na administração do então Prefeito Fernando Bezerra Coelho. Porém no ano de 2009, no início da administração do Prefeito Júlio Lóssio não mais se realizou.

REQUERIMENTOS

Entre os requerimentos, parte da bancada de oposição solicita a convocação do prefeito  Miguel Coelho à  Casa Plínio Amorim para prestar esclarecimentos acerca das graves denúncias amplamente divulgadas na mídia nos últimos dias, em relação às ações de  uma operação a cargo da Polícia Federal, autorizada pelo Ministro Luís
Roberto Barroso do Supremo Tribunal Federal STF.

Segundo o texto, a vinda do prefeito seria para explicar o resultou na busca e apreensão de documentos relacionados às Empresas citadas nas investigações da Operação Lava Jato, no qual é citada a possível contratação dessas empresas pela Prefeitura de Petrolina na gestão do atual prefeito para pagamento de empréstimos ilegais tomados pelo Senador Fernando Bezerra e de seu filho, o deputado federal Fernando Filho.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.