Secretária de Saúde apresenta relatório de gestão do quadrimestre na Câmara de Petrolina/PE

por Waldiney Passos publicado 31/08/2019 00h25, última modificação 01/09/2019 00h33
A secretária Magnilde Albuquerque esteve nesta sexta-feira, 30, na Casa Plínio Amorim, apresentando para os vereadores, o balanço das ações e da atuação da secretaria municipal de Saúde nos últimos quatro meses, pontuando os investimentos públicos feitos pela gestão municipal no segmento durante este período.

Durante pouco mais de três horas, a secretária municipal de Saúde, Magnilde Albuquerque, esteve na Câmara de Vereadores de Petrolina/PE, apresentando nesta sexta, 30, o relatório de gestão fiscal do último quadrimestre. Conforme a secretária, a administração do prefeito Miguel Coelho, tem avançado nos serviços de saúde que segundo ela, estavam comprometidos logo quando a equipe da pasta assumiu. Destacou a diminuição da fila para exames cirurgias e a abertura de unidades básicas de Saúde. 

No diagnóstico, Magnilde considerou que houve evolução positiva. "Temos trabalhador para buscar sempre cumprir ou até bater as metas. Existe também a Ouvidora que atende pelo número 156 que recebe as demandas e procura dá andamento também".

A secretária destacou um ponto importante que foi o cuidado com o calendário de vacinação, diante de tantos males voltando a assustador os brasileiros e pernambucanos, em especial, como no caso do sarampo. "Estamos também abrindo as salas de vacina uma vez por mês aos sábados e combatendo o movimento contrário contra as vacinas. Falando em redes sociais, em palestras e pedimos uma ajuda aos senhores e senhoras vereadoras, apoio em orientação junto à população para falar da importância da vacinação ", disse Magnilde.

.Os vereadores questionaram alguns números, solicitaram melhorias em serviços como o TFD e avaliaram como sempre oportuna a vinda da secretária nessa prestação de contas. A vereadora Cristina Costa, da oposição, não fez questionamentos, mas citou o congelamento feito nos recursos da saúde e isso tem atrapalhado e prejudicado ainda mais, a saúde pública no país. "Continuo fazendo a minha parte como fiscalizadora dos serviços, apresentando indicações para aumentar cotas de exames como a que fiz para a unidade da Vila Mocó. Também recebi de Nova Descoberta, falta de médicos e poucas fixas para atendimento de consultas. Os médicos saem de férias e não colocam substitutos", relatou a vereadora.

O vereador Ronaldo Silva, da bancado do governo, citou a importância da prestação de contas. "É importante essas prestação de contas que recebemos na Comissão de Finanças e agora a senhora expõe aqui. Foram ainda ofertados 1753 exames e realizados só 937 consultas, um total de 815 faltosos. As pessoas reclamam na demora de consultas com especialistas e não comparecem. A mesma coisa com os exames com mais de 50% de falta de comparecimento, então a gente chama atenção da população que também dever ter responsabilidade e comparecer às marcações de exames e consultas, porque isso prejudica quem precisa dos serviços", listou o vereador.

O vereador Gilmar Santos, oposicionista questiona os números de metas superando os 100% dos serviços, mas a realidade nas unidades é diferente. "Acredito que vocês colegas e o pessoal da secretaria, irão se deparar com outra situação. Também me preocupa o serviço da Consultório na Rua, unidades móveis de antedimento e com os serviços psiquiátricos, além de pouca oferta nos serviços de ginecologia", pontuou o vereador, entre outros questionamentos.

Governista, o vereador Manoel da Acosap argumento que existe uma demanda reprimida e que por isso, ainda existe problemas para que a secretaria de Saúde possa atender da forma como deve a população. "Sou agente de saúde há 20 anos e sabemos que a saúde de Petrolina melhorou muito. Precisa mais, precisa, mas serviços como o da unidade de serviços odontológicos foi implantado agora com a estão do prefeito Miguel Coelho e até reivindico mais uma unidade", assinalou Manoel, aguardando a remapeamento para saber onde está descoberto pela saúde municipal.

José Batista da Gama que é governista primeiro parabenizou a secretária e toda a equipe e citou que a saúde de Petrolina é exemplo no estado. "Os números são frios, mas não mentem, fica no sistema, é só conferir. O que fica agendado, e de fato marcado e quando as pessoas não comparecem, se leva a um resultado social muito negativo. E bato na mesma tecla que a secretaria tem que ter uma call center para evitar esse tipo de dado. Veja isso com carinho, pois os encargos que a pasta terá, o impacto será muito menor do que esses números sociais que foram demonstrados aqui, pelo não comparecimento dos pacientes", apontou o vereador.

Zenidlo do Alto do Cocar, da bancada do governo, registrou que o município tem total interesse em contratar os médicos. "Se tiver o médico, a secretaria está de portas abertas para contratar, mas os médicos se formam e vão embora e Petrolina vem ficando prejudicada", disse Zenildo, solicitando inclusão de novas cirurgias na rede como de redução de mama e estômago e de próstata.

Para Cícero Freire, também do governo, fez um apelo para mais procedimentos de oftalmologia posam ser oferecidos. "Gostaria de implantação de uma unidade móvel para atendimento na área oftalmológica na cidade e na zona rural", frisou o vereador. Outro a usar a palavra foi o vereador governista,

O líder da oposição fez um apelo para pacientes do TFD. "A gente esclarece primeiro que os números apresentados pela secretária não condiz com a realidade, senão a gente sairia daqui e cancelaria o nosso plano de saúde. Eu também faço um apelo para que houve uma forma de ter um transporte para pacientes da casa de apoio no Recife que não têm condições de se descolorem para suas consultas e exames", solicitou o vereador Paulo Valgueiro.

 Alvorlande Cruz, da situação na Casa, destacou os avanços da saúde de Petrolina, dispondo de apenas com os recursos oficiais do SUS.. "Aqui a secretária está informando à população das ações executadas, pois a prestação de contas já está com a Comissão de Finanças. O nível de excelência no atendimento é utopia, mas o que vem chegando tem total apoio do governo que coloca a saúde dos petrolinenses como prioridades. Se a secretaria precisar de ajudar financeira para ampliar essa prestação de serviços, conte com agente", esclareceu Alvorlande.

Líder do governo, o vereador Aero Cruz disse que por mais que se faça na saúde, a oposição ainda vai reclamar. "Com relação a alguns depoimentos da oposição, eu concordo com uma maior ajuda de custo para ao TFD. Aero citou a ampliação no úmeros de unidades implantadas que jã são 15 em pouco mais de dois anos. "São unidades que passaram a atende na cidade e no interior", frisou Aero, solicitando a reabertura da UBS de Cristália e melhor condição para o embarque e desembarque para pacientes do TFD.

Rodrigo Araújo solicitou um posto de saúde para a comunidade de Boa Vista na região de Rajada, distrito de Petrolina. 

Outro a se pronunciar foi o vereador Osinaldo Souza, atentando para uma maior agilidade no atendimento. A audiência pública da apresentação do relatório da prestação de contas da Secretaria de Saúde foi presidida pelo primeiro vice-presidente da Câmara, vereador Ronaldo Souza (Ronaldo Cancão) que solicitou informações sobre o convênio da secretaria com o Hospital Dom Tomás e o Sanatório de Juazeiro/BA. “Também gostaria que a equipe da secretaria visitasse o presídio feminino para fazer um espécie de mutirão no presídio feminino”, colocou Cancão.

A população presente também fez questionamentos á secretária que reiterou que a tabela do SUS precisa ser modificada, pois se paga R$ 10,00 a um médico por consulta e R$ 20,00 por exame especializado. “Então é urgente essa questão dos valores pagos ao SUS, os municípios estão subfinanciados, mesmo que cidades como Petrolina invista na saúde o percentual acima dos 15% que é obrigação constitucional”, informando que a Casa de Parto já está em processo de licitação para a sua construção no espaço onde seria a UPA24h em frente ao HU da Univasf.

 

 


Por Cinara Marques

Foto> Jean Britto

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.