Atualizado em: 2 de dezembro de 2021 às 9:55h
Encontre o que você precisa aqui:

Comissões promovem debate sobre medidas de segurança em relação ao convívio com cães da raça Pitbull na cidade

Início Comissões promovem debate sobre medidas de segurança em relação ao convívio com cães da raça Pitbull na cidade

A Câmara de Vereadores de Petrolina realizou na manhã desta segunda-feira (25), por meio da Comissão de Justiça, Redação e Legislação Participativa e da Comissão de Defesa e Proteção da Causa Animal, no Salão de Eventos da Câmara Municipal, um encontro para discutir medidas de prevenção de acidentes e trazer informações a respeitoda criação responsável de cães da raça Pitbull na cidade.

O presidente das duas comissões, Wenderson Batista, abriu a reunião falando sobre a importância de conscientizar os criadores a respeito do cumprimento da legislação já existente. “Esta Casa Legislativa está cumprindo o seu papel de trazer informações e solicitar a aplicação das leis em vigor. Atualmente, cerca de 30 leis, incluindo federais, estaduais e municipais, tratam sobre este assunto e precisam ser cumpridas,” declarou o vereador.

Durante o encontro, 13 vereadores estiveram presentes eapresentaram questões sobre o tema. Participaram ainda Alex Barbosa criador de cães da raça há 25 anos e Péricles Mateus, também criador de Pitbull. Na oportunidade, avereadora Maria Elena falou sobre a importância de seguir a legislação. “Temos uma legislação que está sendo aprimorada, mas que já existe, os donos devem cumprir a lei. Cabe à prefeitura conversar com os criadores no sentido de orientar sobre o trânsito desses animais em locais públicos. Nosso papel é cobrar medidas em relação a esse assunto,” ressaltou.

O criador e estudioso do tema, Alex Barbosa declarou que Pitbulls não são agressivos. “O Pitbull não é um cão agressivo ou feroz, isso depende da educação que o donooferece ao animal. Nós, inclusive, fazemos atividades para que eles gastem energia e fiquem mais tranquilos no dia a dia”. O criador Péricles Mateus reforçou a fala de Alex afirmando que seu animal é dócil e sempre conviveu em família sem oferecer riscos para as pessoas.

O presidente da Comissão de Saúde, César Durando, também participou do encontro e sugeriu alternativas. “Acredito que seja necessário realizar uma campanha massiva de conscientização. Os donos desses animais precisam estar cientes do que é permitido ou não para que a convivência seja segura para todos. Fico feliz com a realização deste debate, pois é dever da Câmara dar uma resposta à sociedade sobre este tema.”

O vereador Manoel da Acosap afirmou que a Secretaria de Saúde do Município já realiza o cadastro desses animais e que é necessária a união dos órgãos responsáveis para que outras medidas sejam tomadas. Ao final da reunião, o vereador Wenderson Batista afirmou que serão realizados mais dois encontros, sendo o próximo com a presença de representantes dos demais órgãos públicos envolvidos. “A discussão é ampla e envolve diversas áreas, esperamos que a interpretação seja positiva,” concluiu.

Compartilhar

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support