Atualizado em: 29 de maio de 2024 às 11:51h
Encontre o que você precisa aqui:

Autor: Conteúdo Assessoria

Terceiro encontro realizado pela Comissão de Defesa e Proteção da Causa Animal da Câmara de Petrolina reuniu representantes de entidades para discutir ações sobre o tema

Na manhã da última quarta-feira (10), a Comissão de Defesa e Proteção da Causa Animal da Câmara de Vereadores de Petrolina realizou a terceira reunião para discutir ações e estratégias sobre convivência e cuidados de proteção aos animais. O encontro foi realizado no Plenário da Casa e estiveram presentes onze vereadores, além de representantes de […]

12/11/2021 8h07 Atualizado há 3 anos atrás

Na manhã da última quarta-feira (10), a Comissão de Defesa e Proteção da Causa Animal da Câmara de Vereadores de Petrolina realizou a terceira reunião para discutir ações e estratégias sobre convivência e cuidados de proteção aos animais. O encontro foi realizado no Plenário da Casa e estiveram presentes onze vereadores, além de representantes de diversos órgãos relacionados ao tema, como a Agência Municipal de Vigilância Sanitária, IBAMA, Centro de Controle de Zoonoses, Polícia Civil de Pernambuco, ONGs, e autoridades envolvidas com a causa no município.

Os participantes puderam usar a palavra para apresentar as necessidades que envolvem os animais na região e sugerir soluções. O presidente da Comissão, o vereador Wenderson Batista, abriu o encontro falando das leis já existentes sobre o assunto. “Somam-se 30 leis sobre a causa animal, o que precisa ser feito é um ajustamento dessas leis e unir as instituições para que tenhamos uma sociedade mais harmônica com relação aos animais”, declarou.

Usando a Tribuna, a advogada Pâmela Durando enfatizou a importância da causa. “Essa não é uma questão dos protetores, é uma questão social. Nós já temos um canal de denúncia que não pode ser utilizado enquanto não houver estrutura para receber esses animais. A nossa cidade pede isso, Petrolina está lotada de animais e o Centro de Zoonozes não comporta essa demanda. As atribuições institucionais precisam ser definidas para que o problema seja resolvido”, afirmou a advogada.

Luciana Passos, cuidadora de animais, mencionou a necessidade de conscientização. “Precisa existir uma conscientização de que o lugar de animal não é na rua, é necessário falar sobre vacinar, adotar, castrar, cuidar, para que não haja mais animais nas ruas. Esse problema vai na contramão do desenvolvimento que Petrolina tem mostrado”, declarou.

O Coordenador do Centro de Controle de Zoonoses de Petrolina, Kahel Neves, ponderou que o tema é uma questão de saúde pública. “Essa é também uma questão de saúde, nossos profissionais estão sobrecarregados. Nós temos realizado o prêmio Amigo do CCZ para incentivar a participação de empresas e de instituições para auxiliar no trabalho do nosso órgão, embora ainda não seja o suficiente. Estamos fazendo diversos serviços e precisamos de apoio para isso”, afirmou.

Depois das contribuições de todos os convidados, o presidente da Comissão de Saúde, o vereador César Durando fez uso da palavra. “Esse é um momento histórico para Petrolina e para a Câmara Municipal de Petrolina. Que possamos elaborar um documento a partir de todas as leis e desse debate realizado hoje, para dar publicidade e conhecimento aos órgãos, e assim cada um seja um fiscalizador do cumprimento das leis”.

De acordo com o presidente da Comissão de Proteção à Causa Animal, o próximo e quarto encontro será uma Audiência Pública com as autoridades competentes. Na ocasião será apresentado um documento com os pontos mencionados nas reuniões anteriores e ações efetivas sobre o tema serão solicitadas.


Preferência de Cookies

Usamos cookies e tecnologias semelhantes que são necessárias para operar o site. Você pode consentir com o nosso uso de cookies clicando em "Aceitar" ou gerenciar suas preferências clicando em “Minhas opções”. Para obter mais informações sobre os tipos de cookies, como utilizamos e quais dados são coletados, leia nossa Política de Privacidade.